Pregão Eletrônico traz economicidade para o Município de Cachoeira Dourada – MG.

A Administração Pública, direta ou indireta, não tem total autonomia para realizar todo tipo de operações contratuais, já que não dispõe de patrimônio próprio, mas sim de recursos públicos – cabendo a ela prestar contas de seus atos, de acordo com os princípios constitucionais dispostos no artigo 37 da Constituição Federal.

Para que sejam viabilizadas as contratações públicas, obedecendo aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, bem como outros norteadores específicos da atividade pública, os entes públicos tem ao seu dispor instrumentos específicos, como os vários modelos de licitação (Lei 8666/2003).

Um dos princípios mais importantes do Processo Licitatório é trazer economicidade para os cofres públicos e isso só se dá através de uma concorrência ampla e transparente. Foi pensando nisso que a Secretaria de Licitações, Contratos e Convênios de Cachoeira Dourada resolveu aderir à um sistema pouco utilizado por prefeituras atualmente: O Pregão Eletrônico (Lei 10.50/2002).

O Pregão eletrônico visa, basicamente, aumentar a quantidade de participantes e baratear o processo licitatório, uma vez que este depende de tempo e recursos do orçamento público. Permite, ainda, a ampliação da disputa, com a participação de maior número de empresas, de diversos estados, uma vez que é dispensável a presença dos licitantes no local.

Considera-se, ainda, o Pregão eletrônico como uma modalidade mais ágil e transparente, possibilitando uma negociação eficaz entre os licitantes, permitindo, ainda, que a simplificação das etapas burocráticas que tornavam vagarosa a contratação tornasse o processo final mais eficiente e menos custoso para a Administração Pública.

Após aderir à essa modalidade de Licitação, Cachoeira Dourada já economizou:

  • R$ 70.800,00 (economia de 35,93%) na compra de material de expediente;
  • R$ 27.900,00 (economia de 55,19%) na compra de Fraudas Geriátricas;
  • R$ 29.679,00 (economia de 47,61%) Suplemento Alimentar;
  • Veículo Oficial do Executivo que na concessionária custaria 92.440,00, através do Pregão Eletrônico o preço ficou em 88.500,00. O recurso utilizado para a compra do veículo oficial possui dotação própria (carimbado), e é destinado exclusivamente para esta finalidade.
  • R$ 74.080,00 (23,16% de economia) na compra Equipamentos e Materiais Permanentes para o Programa Saúde da Família.

Cachoeira Dourada continuará efetuando Licitações através da modalidade do Pregão Eletrônico.

CACHOEIRA DOURADA – MG PARTICIPOU DA 7ª RODADA REGIONAL DO PATRIMÔNIO CULTURAL

O evento aconteceu no último dia 25 de maio no Município de Uberaba-MG. Participaram os conselheiros do patrimônio cultural, técnico do setor e agentes culturais de Cachoeira Dourada-MG.

As Rodadas foram conduzidas por Fernando Pimenta Marques, Diretor de Promoção do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, esclareceu dúvidas sobre a preservação, salvaguarda, gestão do patrimônio cultural mineiro e Deliberação Normativa. A rodada é extremamente esclarecedora, deixando claro e evidente para os municípios que não é necessário contratar uma consultoria especializada, é fundamental reforçar isso para que o recurso do ICMS seja aplicado na proteção e salvaguarda do patrimônio.

A novidade deste ano foi que além do ICMS cultural, outros temas foram abordados durante o encontro, como por exemplo, o projeto “Violas: O Fazer e o Tocar em Minas”, que consiste na realização de estudos para o reconhecimento das violas como patrimônio cultural de natureza imaterial do Estado e a proteção de núcleos históricos. Nesses encontros, os participantes terão oportunidades de tirar dúvidas sobre políticas de preservação dos bens considerados patrimônio cultural pelos mineiros. Fazer parte desse evento foi de grande importância para o município e para os representantes de Cachoeira Dourada, destacando ainda que as ações relacionadas à preservação do patrimônio local estão sendo intensificadas pela atual gestão municipal.

Secretaria Municipal de Educação de Cachoeira Dourada realiza Capacitação para professores e supervisores.

O Município de Cachoeira Dourada – MG, através da Secretaria Municipal de Educação promove neste dia 29 de maio uma capacitação com os professores da educação infantil do ensino fundamental e contou com a participação do ensino Médio e Centro de Cultura.

A capacitação era um desejo dos professores que solicitaram à Secretaria de Educação no início da gestão uma capacitação com o seguinte tema: Diálogo docente: Em Debate os Desafios da Educação Inclusiva, o qual está sendo ministrado pela professora Alexandra Aparecida Franco, Doutora em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia – UFU.

A capacitação com este tema tem como objetivo central: “oportunizar aos participantes reflexões sobre a profissão docente no contexto educacional atual a partir de discussões acerca dos desafios enfrentados, especificamente àqueles relacionados à educação inclusiva”, a qual garante por Lei a inclusão de todos alunos com deficiência a serem matriculados na escola regular.

Outro tema que foi objeto de discussão foi a matéria abordado pela professora  Maria Betânia Bernardes de Andrade Barcelos da cidade de Ituiutaba-MG com formação em pedagogia com especialização em alfabetização e educação infantil; mídias na educação (educação infantil e anos iniciais); professora de Educação Infantil durante 10 anos, e analista educacional na SRE de Ituiutaba há 16 anos. A professora acredita na educação de qualidade, no aprender brincando e na afetividade estabelecida com o outro. O tema foi direcionado aos professores da educação infantil, monitores e demais profissionais que trabalham diretamente com essas crianças na Educação Infantil. Também foi feita uma abordagem quanto a fase determinante para a capacidade cognitiva e sociabilidade do indivíduo. Nesta fase as crianças precisam de oportunidades e estímulos de forma lúdica e prazerosa para que possam desenvolver cada uma de suas aptidões. Sendo assim, para desempenhar a contento a mediação de aprendizagens na construção de significados, o educador precisa conhecer como as crianças pensam e se apropriarem dos conhecimentos para saber intervir no sentido de que elas possam avançar.

Na próxima sexta feira os professores da educação infantil participarão da oficina com a professora Alexandra. “A presença e participação dos professores diretores e supervisores neste dia marca o início de uma nova etapa da educação no município, que busca incessantemente oferecer uma educação marcada pela excelência” Disse Maria Aparecida de Souza Araújo, Secretária Municipal de Educação.

Secretaria de Saúde de Cachoeira Dourada – MG realiza o “Maio Roxo” contra Doenças Inflamatórias e Intestinais.

Durante todo o mês de maio a Secretaria Municipal de Saúde de Cachoeira Dourada realizará uma campanha contra as doenças inflamatórias intestinais. O “Maio Roxo” é mais uma das ações promovidas pelo PSF Álvaro Ozório Rodrigues com o objetivo de conscientizar a população para a prevenção de doenças as Doenças Inflamatórias intestinais as DII, doença de Crohn e Retocolite.

A DII é uma inflamação verdadeira do intestino, que pode resultar em febre, aumento dos glóbulos brancos, além de diarreia, dor abdominal e muitos outros sintomas. As anormalidades na DII podem ser vistas em exames radiológicos contrastados ou à colonoscopia. Suas diferentes formas são:

  • Colite ulcerativa: O intestino grosso (o cólon) pode estar inflamado, envolvendo a camada mais interna do seu revestimento.
  • Doença de Crohn: O intestino grosso (o cólon) tem uma inflamação mais profunda e estendida, envolvendo toda a espessura da parede do intestino, podendo levar a comunicações anormais entre o intestino e outros locais e estreitamentos resultantes da inflamação ativa ou da cicatrização de uma inflamação prévia. Além disto, pode envolver qualquer ponto do trato gastrointestinal, desde a boca até o reto. Mais comumente afeta os
    intestinos grosso e/ou delgado – e neste mais frequentemente sua porção
    final, o íleo.

A educadora em saúde Patrícia Gonçalves Santana e a Enfermeira Padrão do PSF Álvaro Ozório Rodrigues, Bruna Medeiros fizeram uma capacitação com o apoio da AMDII (Associação Mineira dos Portadores de Doenças Inflamatórias intestinais) de Belo Horizonte. A AMDII ofereceu todo o material ilustrativo além de 50 camisetas com o tema da campanha. Também contribuíram com a capacitação as maiores autoridades médicas da atualidade no assunto, a presidente da AMII, a sra. Patrícia Mendes (também portadora da doença) além de cirurgiões e pacientes.

Município de Cachoeira Dourada realiza manutenção em área destinada a receber os resíduos sólidos urbanos do Município.

A Prefeitura Municipal de Cachoeira Dourada – MG, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, realizou manutenção em área destinada a receber os resíduos sólidos urbanos do município. A área que é conhecida como “buracão”, recebe todo o lixo produzido pela cidade há pelo menos 20 anos e necessita de reparos periodicamente.

No Brasil, estima-se que cada pessoa produza, em média, 1,06 kg de resíduo sólido por dia segundo a Abrelpe. Desta forma, uma pequena cidade de apenas 2.700 habitantes produz mais de 2 toneladas de lixo diariamente.

A coleta dos resíduos urbanos pode ser indiferenciada ou seletiva. É indiferenciada quando não ocorre nenhum tipo de seleção na sua coleta e acabam rotulados como lixo comum. E é seletiva quando os resíduos são recolhidos já com os seus componentes separados de acordo com o tipo de resíduo e destino para o qual são enviados. Após a coleta, o lixo comumente pode ser encaminhado para três lugares: um aterro sanitário, uma unidade de incineração ou uma unidade de valorização e tratamento de resíduos.

No aterro sanitário, o lixo é jogado para que o solo absorva e decomponha seu conteúdo. Este é o destino mais comum para o lixo de coleta Indiferenciada, pois não necessita cuidados especiais e é uma forma de esgotar rapidamente a enorme quantidade de lixo gerado pelas metrópoles e outras grandes cidades.

Atualmente Cachoeira Dourada não possui local específico para destinação final desses resíduos. O Ministério Público Estadual juntamente com os municípios de Capinópolis, Cachoeira Dourada e Ipiaçú já estudam a possibilidade de se fazer um consórcio intermunicipal para criação de um aterro sanitário que receba a produção de lixo desses três municípios. Até a presente data o projeto se encontra em fase de análise e discussão e propostas.

“Se cada um fizer a sua parte, juntos venceremos as dificuldades. Quero agradecer principalmente os servidores que se prontificaram e não mediram esforços para realizar esta ação. O meu muito obrigado aos senhores André, Magno e Manoel, pela contribuição”. Disse Marco Paulo Galvão, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Cachoeira Dourada – MG.

 

Cachoeira Dourada – MG, realiza Semana do Meio Ambiente.

A Prefeitura Municipal de Cachoeira Dourada por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente realizará Passeio Ecológico com Embarcações no dia 3 de junho. Esta ação visa recolher o lixo acumulado às margens do Rio Paranaíba. Serão recolhidas garrafas PET, copos descartáveis, garrafas de vidro, latas e outros tipos de resíduos descartados de forma irresponsável por turistas e moradores.

As equipes percorrerão uma grande extensão do Rio Paranaíba recolhendo o máximo possível de resíduos sólidos descartados de forma irregular. Após recolhido, todo o lixo será eliminado de forma correta. Para proteger o ambiente da melhor forma, as pessoas devem tomar medidas para o tratamento dos resíduos, de acordo com a seguinte hierarquia que se aplica por ordem de prioridades: prevenção; preparação para a reutilização; reciclagem; outros tipos de valorização, por exemplo, energética; e eliminação.

“O trabalho de conscientização é contínuo e tem como finalidade preparar e educar o cidadão, principalmente as crianças, pois o mundo em que vivemos será deles no futuro”. Frisou Marco Paulo, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente. “É importante salientar que esta ação conta com o apoio das Secretarias de Educação e Esporte, além do 2º Batalhão Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Polícia Militar Ambiental, Instituto Estadual de Florestas e Câmara de Vereadores” Finalizou.

Haverá premiação para quem recolher mais lixo: O primeiro lugar receberá R$ 500,00, segundo lugar receberá R$ 300,00, e terceiro lugar R$ 150,00. Os interessados em participar, devem procurar a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente no período das 08hs às 11hs no endereço: Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, localizada na Rua 4, n.º 90, Centro, Contato: (34) 3514-5144, e-mail: agricultura@cachoeiradourada.mg.gov.br.

Programação:

  • Dia 1º/06, quinta-feira: Palestra com a Polícia Ambiental, IEF e Corpo de Bombeiros para o 8º e 9º ano na Câmara Municipal de Vereadores;
  • Dia 02/06, sexta-feira: Plantio de Árvores no Bairro Vila Dourada com os alunos do ensino infantil da rede pública de educação;
  • Dia 03/06, sábado: Passeio Ecológico com Embarcações;
  • Dia 04/06, domingo: Atividade com Bombeiros Mirins;
  • Dia 05/06, segunda: Caminhada com os alunos do ensino médio e confecção de sabão com produtos recicláveis;
  • Dia 10/06, sábado: Torneio de Pipa Sustentável (Quadra de Peteca – Praia do Lago);
  • Dia 11/06, domingo: Passeio Ciclístico. Capinópolis a Cachoeira Dourada – MG.

Tenente Lúcio visita Cachoeira Dourada e promete disponibilizar mais de R$ 700 mil reais em emendas parlamentares para o Município de Cachoeira Dourada – MG.

Neste último sábado (20), autoridades de Cachoeira Dourada receberam o Deputado Federal Tenente Lúcio (PSB) e sua comitiva afim de garantir recursos para o Município. O prefeito Ovidio Afro Dantas e o vice-prefeito Paulo Ricardo se fizeram presentes juntamente com seu secretariado nas portas da prefeitura municipal onde ouviram o deputado. Tenente Lúcio destacou o momento de crise em que o país se encontra e pediu a compreensão de todos neste momento de fragilidade institucional que o Brasil atravessa.

Tenente Lúcio garantiu repassar R$500 mil reais aos cofres públicos municipais através de emendas parlamentares. Além de R$ 125 mil reais para a aquisição de 1 patrulha e 2 implementos agrícolas; R$ 100 mil reais para o custeio e manutenção da Unidade Mista de Saúde João Batista da Silva. A solicitação partiu das vereadoras Núbia Luciana, Kelly Dantas e Morgana Galvão.  O deputado também garantiu a entrega de 1 veículo Air Cross; 5 computadores; 1 Refrigerador; 1 Impressora; 1 Bebedouro; materiais essenciais ao desenvolvimento do trabalho do conselho. O vereador Miguel Storti também esteve presente na ocasião. O prefeito de Ipiaçú, o Sr. Leandro José saudou o deputado e em seguida fez uso da palavra.

Cachoeira Dourada passa por mudanças significativas em sua administração, redistribuindo os recursos e criando novos projetos e incluindo novas ações, principalmente no que diz respeito a reforma de prédios públicos e aquisição de novos veículos para sua frota, o que demanda uma maior captação de recursos.

Corpo de Bombeiros capacita socorristas em Cachoeira Dourada – MG.

O 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais executa treinamento de socorrista em Cachoeira Dourada. Trata-se de uma parceria entre a administração pública municipal e o Corpo de Bombeiros no sentido de capacitar a comunidade em diversas áreas, incluindo brigadista de incêndio, e primeiros socorros (socorrista).

O treinamento contou com simulações de salvamento e resgate em vários pontos da cidade, o que atraiu a atenção de curiosos. “Achamos importante ter gente aqui da cidade que saiba o que fazer numa situação de risco (sic) ” disse um cidadão que assistia à uma simulação de acidente de trânsito. Foi sob o som das sirenes que os socorristas percorreram as ruas da cidade em atendimento aos acidentes criados de forma super-realista.

Durante a entrega dos certificados, o Tenente Luiz destacou a importância do trabalho em conjunto com a população no sentido de preparar o cidadão para lidar com situações de salvamento. Disse também que o primeiro atendimento é fundamental para aumentar as chances de sobrevivência do indivíduo – no caso de um acidente – ou redução de danos ao patrimônio em caso de incêndio. Os primeiros socorros são a prestação e assistência médica imediata a uma pessoa ou uma ferida até a chegada de ajuda profissional. Centra-se não só no dano físico ou doença, mas também no atendimento inicial, incluindo apoio psicológico tanto para quem está envolvido num eventual acidente, quanto para aqueles que testemunham o evento.

Novas capacitações serão oferecidas em breve, como é o caso do curso de salvamento aquático que acontecerá em agosto deste ano. Esta edição do treinamento contou com a participação de 20 pessoas entre homens e mulheres da cidade. Esse tipo de ação pode garantir que até a chegada do Corpo de Bombeiros, lotada a 55km de distância, a própria população possa atuar na prevenção de acidentes ou na prestação dos primeiros socorros caso seja necessário.

Alunos de Cachoeira Dourada participam da Etapa Microrregional dos Jogos Escolares de Minas Gerais em Santa Vitória.

Os alunos de Cachoeira Dourada participam JEMG em Santa Vitória. A cidade é sede da etapa microrregional dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) 2017, com a participação dos municípios de: Cachoeira Dourada, Canápolis, Capinópolis, Centralina, Gurinhatã, Ipiaçu e Ituiutaba.

Os jogos acontecem entre 16 e 21 de maio e contarão com a participação de escolas dos oito municípios da microrregião região, e competem nas modalidades de basquete, futsal, handebol, vôlei e xadrez.

O Secretário Municipal de Esportes de Santa Vitória, o sr. Moussa El Bayeh Filho reforçou que “os Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) é o maior e o mais importante programa esportivo-social do Estado. Participam do JEMG, alunos-atletas do ensino fundamental e médio, em dois módulos. Módulo I, com alunos de 12 a 14 anos e Módulo II, de 15 a 17 anos”, disse Moussa ressaltando que: “Santa Vitória terá representantes das Escolas Estaduais José Paranaíba e Prefeito José Franco de Gouveia nos dois módulos e em todas as modalidades”, concluiu

Os alunos do módulo II de Cachoeira Dourada já garantiram uma vitória de 6×1 na modalidade de Futsal contra os alunos da cidade de Capinópolis; e os alunos do módulo I venceram de 9×0, também contra a cidade de Capinópolis na categoria Futsal. Na modalidade Xadrez, os alunos de Cachoeira Dourada venceram por WO.

Os campeonatos continuam até o dia 21 quando os resultados das apurações criarão novas chaves de competição para a segunda fase das etapas:

Etapa municipal: A realização é de responsabilidade dos Órgãos Municipais que selecionarão as escolas e alunos-atletas para a etapa seguinte, microrregional, regional ou estadual.

Etapa microrregional: Será realizada pela Secretaria de Estado de Esportes e pela Secretaria de Estado de Educação, por meio das Superintendências Regionais de Ensino e pela Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais – FEEMG, que selecionarão as escolas e alunos-atletas para a etapa regional.

Etapa regional: Serão realizadas pela Secretaria de Estado de Esportes e pela Secretaria de Estado de Educação, por meio das Superintendências Regionais de Ensino e pela Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais – FEEMG, que selecionarão as escolas e alunos-atletas para a etapa estadual.

Etapa estadual – Será realizada pela Secretaria de Estado de Esportes e pela Secretaria de Estado de Educação, por meio das Superintendências Regionais de Ensino e pela Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais – FEEMG e é considerada seletiva estadual, indicando suas escolas e os alunos-atletas representantes para as etapas nacionais.

Centro de Cultura Camilo Chaves Júnior restaura a “Roda de Capoeira” em Cachoeira Dourada – MG.

O Centro de Cultura Camilo Chaves Júnior retomou suas atividades com força total, reestabelecendo o contato com a população de Cachoeira Dourada – MG, e uma das atividades mais procuradas pelo jovens e adolescentes é a Capoeira ou capoeiragem.  A Capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil principalmente por descendentes de escravos africanos, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas, cotoveladas, acrobacias em solo ou aéreas.

Uma característica que distingue a capoeira da maioria das outras artes marciais é a sua musicalidade. Praticantes desta arte marcial brasileira aprendem não apenas a lutar e a jogar, mas também a tocar os instrumentos típicos e a cantar. Um capoeirista que ignora a musicalidade é considerado incompleto. Outras expressões culturais, como o maculelê e o samba de roda, são muito associadas à capoeira, embora tenham origem e significados diferentes.

A Roda de Capoeira foi registrada como bem cultural pelo IPHAN no ano de 2008, com base em inventário realizado nos estados da Bahia, de Pernambuco e do Rio de Janeiro, considerados berços desta expressão cultural. Em 31 de março de 2014, Cachoeira Dourada teve seu mapeamento registrado pelo IPHAN e recebeu pontos no ICMS Cultural por essa iniciativa.

Em novembro de 2014, a Roda de Capoeira recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO

No século XVII, era costume dos povos pastores do Sul da atual Angola, na África, comemorar a iniciação dos jovens à vida adulta com uma cerimônia chamada n’golo (que significa “zebra” em quimbundo). Durante a cerimônia, os homens competiam numa luta animada pelo toque de atabaques em que ganhava quem conseguisse encostar o pé na cabeça do adversário. O vencedor tinha o direito de escolher, sem ter de pagar o dote, uma noiva entre as jovens que estavam sendo iniciadas à vida adulta. Com a chegada dos invasores portugueses e a escravização dos povos africanos, a capoeira foi introduzida no Brasil.